Assembleia aprovou afastamento por 33 votos a 6; processo contra a vice Daniela Reinehr também foi aprovado. Agora será a terceira e última fase, com cinco deputados e cinco desembargadores

Foi a votação pelos 40 deputados da Assembleia Legislativa de SC na tarde/noite desta quinta-feira, 17 de setembro, o pedido de cassação da CPI referente ao governador Carlos Moisés da Silva, por conta de aumento irregular para os procuradores do Estado.

Por 33 votos, deputados decidem continuar processo de impeachment contra Carlos Moisés da Silva. 6 votos não. Uma abstenção. O deputado Marcius Machado votou SIM.

Terceira e última fase

Com a decisão dos deputados, Moisés e Daniela ainda não são afastados do cargo. Agora, o processo segue para a análise de uma comissão mista, com cinco deputados e cinco desembargadores do Tribunal de Justiça. É esta comissão que vai decidir, primeiro, se afasta temporariamente o governador e a vice e, em uma segunda votação, se aprova o impeachment.

#BlogdoBarão

Fonte: ALESC

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here