O Sindicato Intermunicipal dos Professores do Estado de Santa Catarina (Simproesc) ganhou na Justiça e impediu o retorno às atividades presenciais no Estado

Decisão do TJ

Em decisão monocrática, o desembargador do TJSC Carlos Adilson Silva suspendeu os efeitos da tutela antecipada concedida pela Vara da Fazenda Pública da Capital que determinava ao Estado readequar seus protocolos sanitários de modo a permitir o retorno das atividades presenciais nas escolas da rede particular de ensino em Santa Catarina.

Covid

Entre outros argumentos o Simproesc destacou o recente aumento do número de contágio pela COVID-19, conforme amplamente divulgado na imprensa, o que de imediato colocaria alunos, professores e funcionários expostos a alto risco de contaminação.

 

Foto ilustrativa

Fontes: Simproesc e

Tribunal de Justiça de SC

#BlogdoBarão

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here