Recentemente a Kimberly-Clark investiu US$ 55 milhões em uma máquina com tecnologia de ponta em sua fábrica de Mogi das Cruzes/SP, e por conta disso, fecha sua fábrica de Correia Pinto, com a demissão de 210 empregados

A Kimberly-Clark Brazil anunciou nesta segunda-feira (16) que encerrará em dezembro as operações da fábrica de Correia Pinto, na Serra Catarinense. Com a decisão a companhia, que produz materiais de higiene, deixa de operar em Santa Catarina.

210 desempregados

A empresa informou que vai mapear oportunidades de reinserção para os 210 trabalhadores que atuam no Estado. A recolocação pode ocorrer no escritório em São Paulo ou em outras fábricas da mesma empresa, em Mogi das Cruzes (SP), Suzano (SP) e Camaçari (BA).

Os demais empregados terão um pacote de desligamento e treinamentos para facilitar a busca por uma nova colocação.

Reestruturação

De acordo a Kimberly-Clark Brazil, a decisão de fechar a unidade catarinense levou em conta o Programa de Reestruturação Global de três anos, que foi anunciado em janeiro de 2018. A companhia investiu, recentemente, US$ 55 milhões em novo maquinário para a fábrica de Mogi das Cruzes.

Fonte: Kimberly-Clark Brazil/Comunicado

#BlogdoBarão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here