Nota oficial à Imprensa e Sociedade

O artigo 78 do regimento interno da Câmara de Vereadores de Lages, no Título III Cap. I trata do “exercício da vereança, onde assegura ao vereador pleno direito de participar e deliberar sobre assuntos e atribuições do cargo de legislador”.

Na primeira sessão do ano fui surpreendido pela falta de respeito depois de uma decisão tomada em relação a minha pessoa sem a minha anuência. Nunca tive a pretensão de ser presidente da câmara já no início do mandato, ou seja, uma decisão contrária iria ferir meus princípios.

Pretendo me dedicar no mandato respeitando a individualidade e a liberdade de expressão, que são princípios previstos no estatuto do Partido (Podemos), pelo qual fui eleito. Tenho carinho e respeito pelas pessoas que fazem parte desta sigla.

Considero que a eleição da mesa diretora é uma manifestação individual dentro do exercício do mandato, não interferindo no interesse coletivo, não causando danos à população em geral, tendo em vista que cada um dos dezesseis (16) vereadores eleitos democraticamente pelo voto popular conquistou o direito de buscar ser presidente do Poder Legislativo ou não, eu preferi não ser neste momento, mas não posso ser julgado e condenado apenas pelo fato de não me sujeitar a ameaças e ordens absurdas que vão contra as minhas convicções, afinal não sou apegado ao poder.

A divergência de ideias e a pluralidade política preservam a democracia.

Como vereador assumi o compromisso de um trabalho sério, honesto e transparente. Desta forma, respeitando o direito democrático fiz a minha escolha em relação à mesa diretora, penso que a experiência traz o preparo e capacita ao gestor da casa do povo realizar um bom trabalho e por entender não ser o momento para ocupar o cargo, declinei da indicação, não ferindo nenhum artigo e  tampouco alguma lei.

Estou no início do mandato, porém não me curvo a interesses partidários e asseguro aos meus eleitores e a comunidade em geral de que as críticas apenas demonstram a insatisfação de manipuladores que colocam o poder e a ganância acima de tudo, de que ameaças ocorreram durante todo o tempo em que o assunto esteve em pauta, mas não me fizeram mudar a linha de atuação, pois nunca me coloquei como candidato a presidente da câmara e todos os envolvidos já tinham prévia ciência disso.

A comunidade Lageana espera e merece que os vereadores apoiem e apresentem projetos que contemplem seus anseios para o bem da coletividade, com empenho e dedicação de cada um de seus representantes, seja ele membro ou não da mesa diretora, o vereador é servidor do povo.

Pelos próximos quatro anos, serei um dos dezesseis (16) representantes de toda a população, farei de tudo para honrar cada um dos cidadãos Lageanos, o julgamento será encima do trabalho prestado e de acordo com a convicção de quem nos confiou esta missão.

Ser oposição ou situação não está diretamente ligado a eleição de presidente da câmara e sim no fato de se posicionar no que é bom para a cidade. Serei vereador de todos, para representar e defender o que é certo.

Este é meu Compromisso!

José Osni Oliveira – vereador/Podemos

Fotos: Nilton Wolff
#BlogdoBarão

3 COMENTÁRIOS

  1. Na primeira oportunidade. Votou CONTRA seus pares! Pra ter benesses junto ao Paço. Conhecendo o mesmo. Sei que essa nota foi redigida por alguém com amplo conhecimento legislativo. Desculpa esfarrapada. Oposição salutar. Faz PARTE de uma democracia! Alguém avisa ele!

  2. Oposição com coerência, faz sim muito bem, e faz parte de uma democracia. Não uma oposição feita, com raiva, pregada por um vereador lunático, que acha que tudo está errado, por se achar o dono da verdade, o dono do partido. Fez muito bem o vereador Tio Zé, não se deixar manipular, por quem quer que seja. Parabéns Zé, siga as normas do partido, não as normas criadas pelo aloprado e mal educado Jair, que não respeita ninguém, que se acha o tal, mas não o é!

  3. Não entendi Fausto.
    Ele votou contra o seu partido, contra os eleitores, pois é o” era “de oposição para não ser manipulado?
    É o contrário né?
    Foi manipulado.
    Aí no primeiro dia se vincular ao Coronelismo Lageano pode?
    Isso não é manipulação? É o que?
    Como tu diz ” não deixar se manipular” por quem quer que seja… Parabéns Tio Zé, vai firme. Fez muito bem.
    Tem uns que a vida ensina, outros a vida ” cobra” e doma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here