Policial Militar de Urubici foi vítima de injúria racial pelas redes sociais

O Policial Militar de serviço no município de Urubici foi surpreendido com um comentário racista em rede social, após o atendimento de uma ocorrência. O fato ocorreu na terça-feira, 12 de janeiro.

A OCORRÊNCIA

A Polícia Militar do município de Urubici foi empenhada, via Central de Emergência, para atendimento de uma ocorrência com diversas reclamações onde o condutor de um veículo estaria fazendo manobras perigosas em via pública.

Em rondas o policial militar encontrou o veículo, que desrespeitou a ordem de parada e empreendeu fuga, vindo a ultrapassar o sinal vermelho da principal via da cidade, trafegando pela contramão, dirigindo  em alta velocidade e efetuando manobras perigosas para tentar escapar da força pública.

Em decorrência da velocidade empregada pelo condutor o veículo quebrou quando voou pela segunda lombada seguida, vindo a parar o veículo no meio da via, momento em que o policial procedeu a abordagem.

Durante a abordagem os ocupantes, que estavam visivelmente alterados sob o efeito de álcool e/ou droga, perceberam que a guarnição PM estava com apenas um policial e continuaram a não obedecer às ordens de abordagem, vindo a cercar o policial sozinho que teve de usar controle de contato para salvaguardar a sua integridade física e impedir a fuga dos agentes.

Com a chegada do Delegado de Polícia Civil, que também havia presenciado as manobras, e outro policial militar de folga, foi procedida a abordagem e encaminhados à Delegacia para os procedimentos cabíveis. No veículo estava ainda uma menor de idade grávida que foi entregue ao Conselho Tutelar de Bom Retiro.

Após consulta, verificou-se que o veículo estava com licenciamento atrasado, e o condutor não era habilitado.

MACACO

Após o atendimento da Ocorrência, a irmã de um dos autores resolveu ir às redes sociais para Desacatar os policiais, chamando-os de “LIXOS” e ainda injuriar um deles em específico, chamando o mesmo de “MACACO”.

A Polícia Militar do município ressalta que a feminina já foi identificada e irá responder pelos crimes cometidos.

Fonte: Comunicação 6° BPM

#BlogdoBarão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here