Como resultado de uma grande mobilização, a diretoria da Celesc confirmou a retirada e/ou substituição das torres que estão sobre taludes no trecho entre o Vila Mariza e a Rua Emílio Blum, no Guarujá

Com a mobilização de quase dois anos junto à diretoria da empresa, finalmente o Governo do Estado e diretora da empresa entenderam da necessidade da obra, que tem um custo aproximado de R$ 950.000,00, e que será licitada nos próximos dias.

A mobilização da Associação de Moradores do Bairro Guarujá (AMBG) contou com a participação efetiva da Prefeitura, através da Progem, Regional da Celesc, empresários licais do Shopping e da Havan, Loteadores, Sest/Senat, que fizeram parte do Comitê e assinaram o documento.

“O relato é longo, mas estamos na obrigação de informar a comunidade do êxito dessa primeira etapa da obra. Um esforço muito grande que compensou pelo fato de não sesistirmos na primeira negativa. Fomos atrás de leis que nos deu o direito desta conquista”, comemora o presidente da AMBG, Luiz Borges, junto com a diretoria.

“Então queremos agradecer as pessoas que nos auxiliaram e tornaram possível essa conquista: Prefeito Antonio Ceron, eng° Gladimir Jeremias, gerente regional da Celesc e Sr Juliano Chiodelli da Casa Civil do Governo do Estado, os quais não mediram esforços e garantiram os recursos para início desta tão importante obra”, concluiu o presidente.

Obra

Foi aprovado o valor de R$950.000,00 para os seguintes serviços:
a) Substituição das torres que estão sobre os morros/taludes entre o bairro Vila Mariza até a rótula da Emílio Blum (Guarujá);
b) Retirada dos Taludes/Morros onde serão substituídos as torres;
c) Serão substituídos por nova estrutura de concreto ou aço.

 

Associação de Moradores do Bairro Guarujá

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here