Através do Decreto 19.126, de 15 de março, a Prefeitura de Lages estendeu as restrições que estavam em vigor até a proxima sexta-feira, dia 19 de março

A decisão foi tomada pelo prefeito Antonio Ceron, depois de duas reuniões nesta segunda-feira, uma pela manhã, com representantes de entidades sindicais, médicos e entidades de classe como Acil e CDL.

Gabinete de Crise

A outra reunião foi no período da tarde, com o Gabinete de Crise, quando o prefeito anunciou que estava mantendo as restrições até sexta-feira, diante dos números da Saúde, que ainda estão aumentando, e colocam a Serra Catarinense na mesma situação de Chapecó, no mês passado.

O pior dia

“O dia de hoje só não é pior que o de amanhã, o que me leva a estender as medidas restritivas em Lages até a próxima sexta-feira (19 de março), quando completará 14 dias. Assim, poderemos ter efetivamente um refluxo nos números que hoje são alarmantes”, afirmou o prefeito durante a reunião.

Principais itens do Decreto:

Art. 1º SUSPENDE, no território do município de Lages, de 16 a 19 de março 2021, as atividades comerciais, as atividades públicas ou privadas não essenciais, excetuando-se as seguintes:

1 – Foi liberado sistema de delivery para todas as atividades
2 – Com a prorrogação, o sistema rotativo só retornará no sábado dia 20
3 – A partir de sábado Lages seguirá as regras definidas pelo Estado

LIBERADO

– os serviços médicos e hospitalares, públicos e privados, em consultórios, clínicas e hospitais, incluindo todos os serviços de assistência à saúde;
– atividades de defesa civil e obras públicas;
– transporte coletivo urbano, observada a lotação máxima de 50% da capacidade dos veículos.
– transporte de passageiros por táxi ou aplicativo;
– telecomunicações e internet;
– produção, distribuição e comercialização de produtos de saúde, higiene, alimentos e bebidas;
– serviços funerários e aqueles que lhe dão suporte;
– inspeção de alimentos, produtos e derivados de origem animal e vegetal;
– caixas bancários eletrônicos e outros serviços não presenciais de instituições financeiras;
– serviços postais;
– transporte e entrega de cargas em geral;
– Postos de combustíveis, distribuição e comercialização, gás e demais derivados de petróleo;
– clínicas veterinárias e casas agropecuárias
– atividades de advogados e contadores que não puderem ser prestadas por meio de trabalho remoto
– serviços de guincho
– atividades industriais
– obras da construção civil
– oficinas de reparação de veículos automotores, bicicletas, borracharias e /ou autoelétrica, em regime de urgência e emergência, em caráter de plantão
– hotéis e congêneres conforme a capacidade permitida pelas Portarias estaduais
– atividade física individual ao ar livre (caminhada, corrida, ciclismo)
– tabelionatos de Notas e Protestos e Cartórios de Registro Civil e de Imóveis
– Detran/SC, conforme agendamento
– todos os serviços previamente agendados no INSS
– assistência técnica, em regime de plantão
– casas lotéricas, limitando a 50% da capacidade do estabelecimento e rigorosamente as normas de distanciamento e as sanitárias
– lavações automotivas
– estacionamentos rotativos particulares

Reunião com entidades representativas como CDL e ACIL e médicos

EXPRESSAMENTE PROIBIDO

Art. 2º Sem prejuízo da suspensão de funcionamento de outras atividades não referidas e que não se enquadram nas exceções previstas no artigo 1º, ficam expressamente suspensos o funcionamento e/ou realização de:
– atividades esportivas de caráter recreativo;
– eventos e competições esportivas de caráter amador, profissional incluído treinos;
– casas noturnas (pubs, bailões, boates, tabacarias e congêneres);
– restaurantes, bares, petiscarias, choperias, cervejarias, whiskerias, locais destinados a happy hours e congêneres;
– clubes, sedes sociais, campings e parques aquáticos;
– eventos sociais (casamentos, aniversários, jantares, bodas, formaturas, batizados, festas infantis e outros eventos afins);
– cinemas e teatros;
– apresentações artísticas de qualquer natureza (atração musical mecânica ou ao vivo);
– atividades religiosas presenciais em templos e igrejas;
– congressos, feiras e exposições;
– feiras livres;
– reuniões familiares em residências, sítios e áreas comuns de condomínios, em que se constate a presença de pessoas não pertencentes ao núcleo familiar residente no local;
– academias de atividades físicas em geral, escolinhas de esportes e centros de treinamento;
– comércio varejista de bebidas alcoólicas, após as 22hs;
– shopping center e lojas de departamentos, ainda que disponham de gêneros alimentícios;
– restaurantes e lanchonetes estabelecidos no interior de outros estabelecimentos, em que funcionem como praças de alimentação;
– autoescolas;
– salão de beleza, barbearias e afins;

Art. 3º Nos estabelecimentos cujo funcionamento está autorizado, permite o ingresso de apenas 1(uma) pessoa por núcleo familiar.

Art. 4º Fica proibida a permanência e/ou aglomerações de pessoas em espaços/equipamentos públicos, tais como praças, parques, calçadões e assemelhados, bem como o consumo de bebidas alcoólicas inclusive em estacionamentos públicos e privados, sendo aceitáveis, apenas, as movimentações de natureza transitória.

Tanque e Morro Grande

Parágrafo único. Além da proibição prevista no caput, o Parque Jonas Ramos (Tanque) e o Morro da Cruz, permanecem fechados.

VEJA O DECRETO NA ÍNTEGRA:

 

#BlogdoBarão

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here