Em ação movida pelo MPSC na Comarca de São Joaquim, a Justiça determinou o bloqueio de R$ 66 Mil da conta do secretário de Saude do município de Bom Jardim da Serra, por ter furado a fila da vacina

O motivo do bloqueio, de acordo com o MP, é garantir o pagamento de possível multa a ser aplicada ao ex-titular da pasta, Luiz Carlos Seminotti, em caso de condenação por ato de improbidade administrativa.

Bloqueio

O bloqueio foi obtido por meio de uma medida liminar em uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa ajuizada pela 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de São Joaquim, após apurar os fatos em inquérito civil, no qual o próprio Secretário Municipal admitiu em depoimento ter tomado a vacina contra a covid-19.

Fura fila

De acordo com o Promotor de Justiça Gilberto Assink de Souza, Seminotti foi nomeado para o cargo comissionado de Secretário de Saúde do Município de Bom Jardim da Serra em 7 de janeiro de 2021, assumindo, com isso, a obrigação de observar as normas legais e regulamentares, sendo a ele vedado, ainda, valer-se do cargo ou serviço público para obter proveito pessoal.

No entanto, em 20 de janeiro de 2021, valendo-se de sua condição de superior hierárquico na pasta da saúde, “furou” a fila de vacinação. Assim, teria obtido vantagem e privilégio imoral e indevido, já que não fazia parte do grupo prioritário de imunização, e desrespeitou o escalonamento e a ordem de prioridade da vacinação estabelecida pela campanha nacional de vacinação contra a covid-19.

 

Fonte: Comunicação MPSC

#BlogdoBarão

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here