Scania do Cerrito tinha 6,6 ton de excesso enquanto Mercedes Bens de Santa Cecília transitava com 5,5 ton. Isso compromete a suspensão, os freios e o asfalto

Durante fiscalização de excesso de peso na tarde de quarta-feira (13), na BR 116 em Lages, policiais rodoviários federais flagraram mais de 12 toneladas a mais que o permitido em duas carretas transportando toras de madeira.

O M.Benz placas de Santa Cecília/SC pesou 5,5 toneladas a mais, enquanto o Scania de São José do Cerrito/SC estava com 6,6 toneladas de excesso. As duas carretas ficaram retidas até o transbordo da carga extra para outros veículos.

O excesso de peso sobrecarrega o sistema de suspensão e freios do veículo, trazendo riscos para o motorista. Além disso, diminui a vida útil do pavimento da rodovia (camada asfáltica).

Fonte: PRF

#BarãoOnline

1 COMENTÁRIO

  1. Impressionante a ganância, estes seres sabem que amanhã eles também não poderão transitar devido aos danos causados nas rodovias, além de por em risco suas proprias vidas e de outrem, país fabuloso esse, quanto aos abusos das leis e regras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here