Compartilho com vocês a retratação realizada na Câmara de vereadores pelo vereador Jair Júnior, como também nas redes sociais.

Essa retratação surgiu de um processo criminal que movi contra ele, por calúnias e difamações. Ele propôs um acordo e dentro dos meus termos o mesmo foi realizado.

Escolhi o dia na Câmara da retratação, escrevi o texto para a leitura dele e o mesmo deverá deixar por 6 meses publicado em suas redes sociais.

Temos que dar um basta nesses vereadores, que se acham acima da lei e saem difamando as pessoas de forma inconsequente. Alma lavada!

Ivana Elena Michaltchuk

RETRATAÇÃO

Cumprindo o acordo em ação penal 0305804-46.2019.8.24.0039, movida pela Professora e Secretária da Educação Ivana Elena Michaltchuk, venho esclarecer que, quanto aos quatro HB20 zero km para uso da secretaria de educação, muito embora licitado quatro, foram adquiridos somente três veículos, e dos três apenas um deles foi destinado para a educação.

Informar que não houve falta de produtos de limpeza para comprar carro, mas a falta de produtos de limpeza no estoque das unidades de ensino se deu por problemas de entrega pelo fornecedor que ganhou o processo licitatório, e foram tomadas as medidas cabíveis para reparar o problema imediatamente.

E ainda, quanto a minha fala na tribuna sobre a CPI de 1997, que envolvia o nome da Professora Ivana em desvio de merenda na Escola CAIC, informo que o poder judiciário não constatou irregularidades, portanto não houve qualquer condenação, constatando que a secretaria Ivana não estava envolvida nos fatos. Assim, destaco que a secretária Ivana é funcionária pública desde 1986, e dedicou sua vida a educação municipal, nunca recebeu punição administrativa nem tão pouco judicial.

Isto posto, apesar de na época acabar prejudicando a imagem da Secretaria da Educação, Ivana Elena Michaltchuk, venho publicamente prestar minhas desculpas pessoais a Sra. Ivana Elena Michaltchuk pelos infortúnios e os empachos morais que contingentemente ocorreram perante a comunidade Lageana, bem como, com seus familiares e amigos. Afianço que particularmente não detenho comigo nenhum dissabor de cunho social em relação a senhora, portanto, a título de reparação pelos meus atos, torno pública esta retratação a população lageana.

Informo ainda que, como no episódio relatado, sigo desempenhando meu papel de vereador, mantendo a fiscalização como objetivo e meta, obrigação que me foi confiada pelo povo, através do voto popular.

assina: @jairjuniorlages

Fonte: Gabinete vereador Jair Júnior / Câmara de Vereadores de Lages

#BarãoOnline

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here