COLUNA DO MORTARI: Não faça nada que possa se arrepender depois

0
831

Ah se o arrependimento matasse… Essa frase é dita a exaustão por toda a humanidade – ou grande parte dela.

Quem nunca se arrependeu de uma discussão com o colega? De ficar intrigado com algum familiar? De deixar por fazer no trabalho?

Pois é, fazemos para depois deixar o arrependimento tomar conta de nossa consciência.

É difícil deixar de fazer algo e depois não se arrepender, quem nunca errou para aprender depois, quem nunca discutiu para pedir desculpas depois. Reparar o erro, pedir desculpas não é humilhante, é um ato de nobreza que apenas poucos possuem.

Por isso, devemos sempre pensar antes de falar ou fazer, medir as consequências, analisar se o que vamos fazer vai prejudicar alguém, vai causar discórdia, tristeza.

A leviandade não pode tomar conta das nossas atitudes. Não mate para depois se arrepender, não furte, não brigue, não discuta, não cometa insanidades no trânsito… Disso tudo, o arrependimento pode ser tarde demais.

Procure o amigo com quem você deixou de falar por bobeira, o familiar que por teimosia você insiste em não ouvir… Uma boa discussão aprimora o debate, balança decisões, amadurece as atitudes.

Seja nobre o bastante para reparar o erro, pedir desculpas e começar outra vez. Afinal de contas, é errando que se aprende e é aprendendo que se agradece.

Pense nisso.

Agora, o nosso abraço pra você é sempre em nome da Unifacvest.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui