COLUNA DO MORTARI: Você viveu 2023?

1
699

Em reta final para nos despedirmos de 2023, a pergunta que fica é a seguinte? E aí, você aproveitou esse ano? Você viveu 2023?

Quase que certeza a resposta será: nem percebi, porque passou tão rápido. Pois é, passou tão rápido que nem percebemos que não aproveitamos quase nada.

Corremos atrás do dinheiro tentando uma riqueza que não existe, atrás do luxo que passará despercebido, corremos contra um tempo que não voltará mais, ao menos nessa vida, sem chance.

Deixamos de lado os sorrisos que recebemos, os abraços, os amigos, a família, a vida… Os prazeres dos bons e poucos momentos. Agora, amigo véio, é só pra frente.

Pense nisso.

O nosso abraço pra você é sempre em nome da Unifacvest.

1 COMENTÁRIO

  1. É claro que o tempo hoje passa em uma velocidade incrível, nos anos de moleque nos anos 60, tinhamos em tese pouca coisa para fazer, comiamos, passeávamos e tudo corria mansamente, sem TV e sem geladeira. Atualmente a vida e a modernidade criam uma tez mais agitada, se tivéssemos mai horas no dia isso seria ainda pouco. A vida profissional, o trabalho, a interne, tudo nos ocupa incessantemente e não é a toa que as pessoas fiquem estressadas ou esgotadas. Isso é a modernidade ou a pós modernidade, como nos fala, Sigmund Balmaim, filósofo polonês. O que aconteceu ontem, hoje não importa mais, a sociedade está havida por novidades, sejam, tristes ou alegres. Temos poucos amigos, somos individualistas, mas esse é o ditame do futuro, muitos velhos e poucas crianças. Apesar de tudo, o mundo segue em frente, até onde não sabemos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui