Arruda tem prisão transformada em Medida Cautelar

0
720

A 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), está julgando nesta quinta-feira (29), os pedidos de liberdade dos réus da Operação Mensageiro, Antonio Ceron, Eroni Delfes Rodrigues e Antonio Cesar Alves de Arruda

Delfes e Arruda

A Câmara julgou os recursos de Eroni Delfes Rodrigues e Antônio César Alves de Arruda, presos preventivamente. O primeiro seguirá preso, segundo o TJ, enquanto Arruda teve a prisão substituída por medidas cautelares previstas no artigo 319 do Código de Processo Penal, como uso de tornozeleira eletrônica e proibição de ausentar-se da Comarca.

Ceron

O Tribunal manteve a prisão domiciliar do prefeito Antônio Ceron. Ele teve o pedido de liberdade analisado pela 5ª Câmara Criminal nesta quinta-feira (29).

 

Fonte: Defesa Antonio Ceron

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui