Urgência e Emergência do HTR vai funcionar a partir de junho

0
684

A partir do dia 03 de junho, a tão esperada urgência e emergência do Hospital e Maternidade Tereza Ramos abrirá as portas para atendimento da população

Empresários da Acil receberam na reunião desta segunda-feira (20), a diretora do Hospital Tereza Ramos (HTR), Cristina Subtil, o diretor executivo do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres (HNSP), Éder Gonçalves, a gerente operacional do Hospital Seara do Bem (HSB), Simaia Ribeiro, e o diretor da Unidade de Pronto Atendimento Maria Gorete dos Santos (UPA), Fernando de Aguiar. Este encontro inédito proporcionou uma discussão abrangente sobre o fluxo de atendimento na saúde de Lages, além de atualizações importantes sobre o funcionamento de cada unidade.

A UPA tem sido a principal porta de entrada dos pacientes na rede de saúde, atendendo tanto urgências e emergências quanto casos clínicos leves ou moderados que não recebem assistência na atenção primária. Para que o atendimento seja mais eficiente, sem grandes períodos de espera, é importante que a população fique atenta ao Protocolo Catarinense de Classificação de Risco, que contribui para o acesso qualificado do paciente e prioriza o atendimento por ordem de gravidade (mínima, baixa, média, alta e máxima).

Porta de entrada pela UPA

O atendimento inicial deve ser nas Unidades Básicas de Saúde ou UPA ou que farão o atendimento inicial do paciente, ou pelo SAMU e Bombeiros em caso de pacientes atendidos na rua. Caso haja necessidade, encaminharão para internamento nas unidades hospitalares, dependendo da emergência médica necessária. O HNSP atende emergência ortopédica (alta complexidade), emergência cardiológica e emergência neurológica; o HTR atende emergência obstétrica, emergência oncológica, emergência queimados e emergência bariátrica; e o HSB atende a emergência pediátrica.

A partir do dia 03 de junho, às 9 horas, acontecerá a abertura da urgência e emergência do Hospital e Maternidade Tereza Ramos. A diretora do HTR explicou que a unidade não será uma emergência de porta aberta total, “porque como nós fizemos parte de um grupo de hospitais. Conforme a porta referenciada, os pacientes serão encaminhados via SAMU ou UPA”.

 

Fonte: Assessoria Imprensa Acil

#BarãoOnline

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui