PF investiga crime contra ordem financeira em Lages

0
813

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, 11/6, a Operação Comércio Oculto com o objetivo de investigar empresa sediada em Lages/SC

A empresa teria se aliado a organização criminosa para operar ilicitamente com instituições financeiras e agentes no mercado de capitais, sem autorização ou registro no Banco Central e na Comissão de Valores Mobiliários. A ação é um desmembramento da Operação Ouranós deflagrada pela PF em novembro de 2023.

Segundo o apurado pela PF, há indícios de que empresas investigadas tenham contratado um agente para exercer a função de corretor de valores, captando clientes para realizar investimentos em valores mobiliários com o pagamento de juros mensais acima do padrão de mercado. Somente em cidades da região serrana de Santa Catarina o agente investigado já teria captado mais de R$ 10 milhões sem autorização legal.

Na operação de hoje a PF dá cumprimento a mandado de busca e apreensão, expedido pela Justiça Federal, em endereço residencial e comercial do agente investigado na cidade de Lages/SC.

Os fatos constituem, em tese, crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa e crimes contra o sistema financeiro nacional, dentre eles, fazer operar instituição financeira sem autorização, oferta irregular de valor mobiliário, exercício ilegal de assessoria de investimento.

Pelos crimes, se condenado, o investigado poderá ser submetido a pena de até 12 anos de reclusão.

 

 

Fonte: Comunicação Polícia Federal / Notícias Online

#BarãoOnline

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui