Plano Regional de Desenvolvimento do Turismo apresentado na Acil

0
344

A Serra Catarinense está se destacando com projetos de turismo que visam o desenvolvimento sustentável e a valorização das potencialidades locais. Na reunião da segunda-feira (10), a diretoria da Associação Empresarial de Lages recebeu a assessora de turismo da Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures), Ana Vieira, o secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo de Lages, Nilson Cruz, e o diretor de turismo Henrique Belling.

Ana Vieira apresentou um resumo das principais iniciativas em andamento, lideradas pelo Consórcio Intermunicipal da Serra Catarinense (Cisama). Entre elas, destacou o Plano Regional de Desenvolvimento do Turismo, um trabalho participativo que serve como referência para as ações de turismo na região.

Realizado nos 18 municípios da região, o plano está sendo atualizado através dos Conselhos Municipais de Turismo e do Conselho Regional de Turismo da Serra Catarinense – Conserra IGR. Com um investimento de R$ 303.000,00 proveniente de emenda parlamentar da deputada Carmen Zanotto, o plano abrange o período de 2021 a 2030 e inclui tanto estratégias regionais quanto municipais.

Além do plano regional, o Cisama está desenvolvendo a Rota do Cicloturismo da Serra Catarinense. Este projeto envolve 40 empresas parceiras e um investimento de R$ 130.000,00 em parceria com o Sebrae e prefeituras locais.

O projeto inclui a sinalização de todo o trajeto e a criação de um aplicativo para ciclistas. A rota está dividida em três circuitos distintos, o primeiro deles serão 11 dias de percurso com 619 km de extensão, passando por 9 municípios da região.

O segundo, chamado de Circuito Taipa compreende 446 km com 7 dias para percorrer a extensão, passando por 7 municípios; e por último, o Circuito Alto da Serra que passa por 4 municípios, com 188 km de extensão e 4 dias de percurso.

Outro importante projeto apresentado por Ana Vieira é a Rota Caminho das Tropas, um trajeto de longa distância que se destaca pela maior concentração de muros de taipas do mundo. Com um percurso de 112 km, a rota envolve 30 prestadores de serviços turísticos e inclui a instalação de totens de identificação e espaços de contemplação. O valor investido é de R$ 846.400,00, também proveniente de emenda parlamentar da deputada Carmen Zanotto.

 

 

Fonte: Acil

Fotos: www.lagesturismo.com.br

#BarãoOnline

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui