Lages não está na fila da sopa, diz Marcius em resposta a Ivan Naatz

1
471

Lages não está na fila da sopa. Lages é uma cidade de gente trabalhadora, guerreira e honesta!

Nosso povo merece respeito!

Deputado Marcius Machado

Deputado Ivan Naatz

Santa Catarina é o maior produtor e exportador de madeira serrada do Brasil. O estado ocupa o quinto lugar em base florestal plantada, com 16 mil produtores de pinus e mais de 100 mil empregos diretos no setor. Somente na Serra Catarinense são 20 mil postos de trabalho.

Pensando nisso, o deputado Ivan Natz, resolveu pautar um projeto com a proposta de proibir o reflorestamento com pinus em algumas áreas da Serra Catarinense.

Lucas Neves

O primeiro a se manifestar contrário ao projeto foi o deputado Lucas Neves. “Essa proposta é descabida e sem propósito. Peço que essa ideia não avance aqui na casa”, declarou o deputado Lucas Neves (Podemos) na tribuna da Alesc, ao se posicionar contra a proposta de proibir o reflorestamento com pinus em algumas áreas da Serra Catarinense.

Deputado Lucas alega que a proposta vai gerar prejuízos aos setores florestal, serrarias, moveleiro e indústria de celulose e papel. No estado, 97% da madeira destinada à celulose e papel é de pinus e 80% de toda a produção da indústria de madeira sólida e painéis provém de florestas de pinus. Só o setor moveleiro arrecada mais de R$ 200 milhões em tributos. Além disso, a lei vai na contramão do agronegócio. Os produtores catarinenses precisam ter liberdade para cultivar o que bem entenderem em suas terras.

Vereador Gerson

O vereador Gerson também se manifestou na Sessão desta terça-feira (18), aos Deputados Estaduais Lucas Neves, Marcius Machado, Mário Mota e Mauro de Nadal, providências urgentes para rejeição do tal Projeto de Lei, que caso seja aprovado, trará enormes prejuízos para Lages e toda Serra Catarinense, uma vez que afetará de maneira drástica toda cadeia produtiva da madeira, fator essencial no desenvolvimento da região.

“É inacreditável e irresponsável a existência de um projeto desses, pois a madeira em nossa região gera milhares de postos de trabalho, sejam eles no plantio, no corte, no transporte ou no beneficiamento da mesma, merecendo ênfase a operação de grandes, médias e pequenas empresas localizadas em Lages, Otacílio Costa e Correia Pinto que tem suas produções diretamente ligadas aos reflorestamentos de pinus”, explicou Gerson.

Acil

Na tarde da última sexta-feira, 14, o presidente da Associação Empresarial de Lages (ACIL), Antonio Wiggers, reuniu-se com o deputado federal Carlos Chiodini, o presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), deputado Mauro de Nadal, e o deputado estadual Cleiton Fossá para debater a atuação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e a autonomia estadual.

Uma das pautas foi a solicitação ao deputado Mauro de Nadal que intervenha no âmbito estadual sobre o Projeto de Lei do deputado Ivan Natz, que interfere na autonomia do município de Lages para legislar e decidir sobre o uso e ocupação do solo, especialmente na região da Coxilha Rica. (Reunião da ACIL)

Deputado Ivan Natz deve estar com falta do que fazer em sua região, já que para a Serra nunca trouxe nada de bom, e pelo que estamos vendo seu lema é debochar na tribuna de políticos da nossa terra, típico de quem está precisando de um lote para carpir.

 

 

Fonte|: deputado Marcius Machado

Blog Cris Menegon

#BarãoOnline

1 COMENTÁRIO

  1. Fila da sopa foi algo diferente que o deputado quiz colocar. Sopa hoje é de elite, talvez estejamos muito abaixo disso. Enquanto litoral recebe polpudas verbas, a serra recebe quadras, reforma de pequenas escolas e outras ninharias. Acho que estamos na fila do prato raso, Natz tem razão, conseguimos acabar com algo que sempre foi amplo na serra, a madeira, hoje nos agarramos ao pinus sem qualquer valor de agregação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui