Rancho de Adobe é a campeã da 29ª Sapecada da Canção Nativa e Despercebido, a mais popular

0
1712

A grande final da 29ª edição da Sapecada da Canção Nativa conquistou corações e lotou o setor do Palco Nativista da Festa Nacional do Pinhão no Parque Conta Dinheiro na noite de terça-feira (6). as 16 composições mostraram o nível elevado de técnica e interpretação da edição 2023 de um dos maiores festivais do gênero no mundo.

Veja o resultado final:

“Rancho de Adobe” é a grande campeã

A letra é de Evair Suarez Gomez e a milonga tem a autoria de Mauro Silva e Lucas Gross. A canção também venceu como “Melhor Arranjo”.
Intérpretes: Daner Marinho, Lucas Gross, Mauro Silva e Odair Teixeira.
Violões: Lucas Gross e Odair Teixeira

 

O 2° lugar ficou com a milonga “Conceitos”, vencedora também como “Melhor Letra”

Letra de Eron Vaz Mattos, a de Joca Martins.
Intérprete: Joca Martins

“Bastos do Avô Tropeiro” restou como a 3ª melhor canção da Sapecada da Canção Nativa

Também campeã da 21ª Sapecada da Serra Catarinense, a milonga foi composta por Ricardo Oliveira e tem letra de Dudi Marafigo e Eduardo Schimidt.
Intérprete: Ricardo Oliveira
Violões: Dudi Marafigo e Marlus Pereira (também vocal)

Despercebido, a mais popular

Consagrada como a mais popular, o chote “Despercebido” repetiu o feito obtido na Sapecada da Serra Catarinense.

Com isso, duas composições locais ficaram entre as quatro maiores premiações da Sapecada.
A música é de Ricardo Oliveira e a letra de Dudi Marafigo.
Intérprete: Ricardo Bergha
Violão e vocal: Ricardo Oliveira
Violão de aço e vocal: Bruno Arruda
Contrabaixo e vocal: Arthur Almeida
Guitarrón: Dudi Marafigo
Gaita Botoneira: Ingrid Dors

 

Imagens:
Câmara Municipal/Rafael Araldi, Nilton Wolff
#BarãonaFesta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui