Duplicação da BR-282 entre Palhoça e Lages tem edital lançado

3
10866

Boa notícia sobre a esperada duplicação da BR-282 em Santa Catarina

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) lançou na terça-feira (5) um edital para contratação de projetos de engenharia para a duplicação entre Palhoça e Lages. A abertura das propostas está marcada para o próximo dia 26 de março. A projeção do DNIT é de que a contratação dos projetos represente um investimento de R$ 46 milhões.

O edital divide os 207 quilômetros do segmento em oito lotes, desde o entroncamento com a BR-101, em Palhoça, até o entroncamento com a BR-116, em Lages. Cada lote tem entre 15 e 40 quilômetros. Além da duplicação, os projetos deverão prever mais de 60 pontos com Obras de Arte Especiais, como viadutos, pontes e passarelas.

Túnel no Alto da Boa Vista

Devido ao trecho muito acidentado, a região do Alto da Boa Vista, entre Rancho Queimado e Alfredo Wagner, poderá ganhar uma variante com previsão de um túnel de 2,5 quilômetros. Os projetos também deverão prever adequação de capacidade, novos acessos, eliminação de pontos críticos, entre outras melhorias.

Os oito lotes

Lote 1 – Da BR-101 (Palhoça) até Águas Mornas (entronc. SC-435)

Lote 2 – Águas Mornas (entronc. SC-435) até Rancho Queimado

Lote 3 – Variante na Serra da Boa Vista (paralelo ao lote 4)

Lote 4 – Rancho Queimado até Alfredo Wagner (entronc. SC-350)

Lote 5 – Alfredo Wagner (entronc. SC-350) até Bom Retiro

Lote 6 – Bom Retiro até o entronc. SC-475 (Bocaina do Sul)

Lote 7 – Entronc. SC-475 (Bocaina do Sul) até Localidade de Índios (Lages)

Lote 8 – Localidade de Índios (Lages) até BR-116 (Lages)

Outras Obras

Para aliviar o trânsito na Grande Florianópolis, o órgão prevê a construção de 15 quilômetros de terceiras faixas entre Águas Mornas e Alfredo Wagner, um novo viaduto em Rancho Queimado, e marginais em Palhoça, contratações que terão suas obras incorporadas na futura duplicação.

Duplicação entre Lages e São Miguel Do Oeste

O DNIT também já lançou o edital para contratação de projetos a fim de duplicar a BR-282 no trecho seguinte, entre Lages e São Miguel do Oeste, compondo mais de 400 quilômetros de rodovia. Já houve abertura das propostas para esta contratação de projetos e as empresas vencedoras do certame estão em fase de homologação.

A BR-282 está completamente saturada. Estas obras são fundamentais para garantir mais segurança aos motoristas, fluidez no trânsito e aumentar a competitividade da economia catarinense.

 

Fonte: DNIT / NSC
#BarãoOnline

3 COMENTÁRIOS

  1. Governar é, um dos requisito construir estradas garantindo o direito de ir e vir.
    Parabéns a todos que contribuiu pra essa Vitória.
    Att. Evandro de Paula l.

  2. Espero que não demore tanto quanto o Anel Viário de Florianópolis, pois se acompanhar a proporção esta obra será entregue em 50 ou 60 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui