Quatro secretários de SC exonerados para disputar eleições municipais em 2024

0
528

Lista de saídas definidas pelo governador Jorginho Mello foi publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial do Estado

Dois secretários e dois secretários-adjuntos do governo Jorginho Mello deixaram os cargos para concorrer a prefeituras nas Eleições 2024 em Santa Catarina. As exonerações assinadas pelo governador foram publicadas na edição desta quarta-feira (5) do Diário Oficial do Estado.

Prazo final

A data-limite para desincompatibilização de quem ocupa cargo de secretário estadual e deseja concorrer a prefeito e vice-prefeito é quatro meses antes da eleição, prazo que será completado nesta quinta-feira (6).

Carmen Zanotto

A secretária de Saúde, Carmen Zanotto (Cidadania), deixa o cargo para concorrer à prefeitura de Lages. Carmen e Jorginho já haviam confirmado o movimento em entrevista no fim de maio. Ela já disputou o cargo nas eleições de 2020, quando foi derrotada por diferença de 56 votos para o prefeito Antônio Ceron (PSD).

Outro nome que também já tinha a saída confirmada pelo governo de SC é a do secretário de Meio Ambiente e Economia Verde, Ricardo Guidi (PL). Recém-filiado ao partido do governador, Guidi é o nome da legenda para concorrer à prefeitura de Criciúma, no Sul do Estado.

Tanto Carmen quanto Guidi são deputados federais eleitos e devem reassumir os cargos no Legislativo antes de se envolverem diretamente na campanha eleitoral nos municípios.

O secretário-adjunto de Portos e Aeroportos, Robison Coelho (PL) foi outro nome na lista de exonerações do governo com destino às eleições de 2024. Robison é pré-candidato a prefeito em Itajaí. Nas eleições de 2020, ele já disputou o cargo, terminando em segundo lugar, atrás de Volnei Morastoni (MDB), que agora conclui o segundo mandato consecutivo na cidade.

Por fim, a secretária-adjunta de Educação, Patrícia Lueders, também foi exonerada do cargo no documento publicado nesta quarta-feira. Ela tem o nome especulado como possível candidata a vice-prefeita de Blumenau, cidade de origem da gestora.

 

 

Fonte: Governo de SC / NSC

#BarãoOnline

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui